Cachorro Pode Comer Chocolate?

Cachorro Pode Comer Chocolate?

Cachorro pode comer chocolate?

Esclareça aqui todas as dúvidas sobre este tema.

Nossos amigos peludos adoram tudo aquilo que comemos, e isso não seria diferente na época em que mais há chocolates por metro quadrado nas nossas casas; a páscoa.

Presente nos lares brasileiros principalmente nesta data, o chocolate é um atrativo para os pets que nos observam e quase clamam por um pedacinho daquilo que levamos até a boca.

A dúvida da maioria dos donos é se realmente faz mal ou não darmos tal alimento para eles.  A bem da verdade; cachorro pode comer chocolate: não!!

O problema é que os cães são sensíveis a substâncias presentes no chocolate, uma delas é a teobromina.  A teobromina age de forma a provocar diversas reações no animal; taquicardia, convulsões, crises alérgicas, pressão alta, convulsões etc. Em alguns casos, inclusive, pode ser fatal.

O que é a Teobromina?

A teobromina é encontrada no cacau e também no guaraná. Trata-se de  um alcaloide da família das metil-xantinas, onde fazem parte a teofilina e a cafeína.

A medicina tem usado essa substância como vasodilatador (um alargador do vaso sanguineo). A teobromina foi patenteada para uso futuro na prevenção do câncer.

A quantia de teobromina encontrada no chocolate é muito segura para o uso humano. Porém, o consumo pelos animais é inadequado, principalmente dos cães, que a metabolizam mais lentamente e por essa razão podem ser envenenados.

Cachorro pode comer chocolate

Estrutura química da Teobromina. C7H8N4O2 

CARTEIRA DE VACINAÇÃO DIGITAL 

SIMPLES – PRÁTICA – ACESSÍVEL

O Que Fazer Se O Cachorro Comer Chocolate?

O consumo acidental de um pedaço de chocolate, seja por desconhecimento do assunto, seja por outras razões, não é causa para desespero. A intoxicação do cão depende de variáveis como: porte do cachorro, tamanho do chocolate ingerido, percentual de cacau presente (quanto mais escuro o chocolate, geralmente há maior concentração de cacau), etc…

Caso ocorra alguma ingestão, é importante manter o peludo sob observação constante, por até uma semana, visto que a metabolização do chocolate no organismo do cachorro é muito lenta, chegando a 7 dias até a substância (teobromida) ser totalmente eliminada.

Sintomas como vômitos, consumo elevado de água e junto disso, o animal urinar mais vezes, assim como náuseas, convulsões e/ou arritmias são sinais de possível intoxicação. Não hesite em procurar um profissional veterinário nesses casos.

Cães não podem comer chocolate, mas existem produtos pet similares

É muito comum em casas com crianças os animais compartilharem das brincadeiras e alimentos. A socialização dos bichanos nos lares é muito grande no Brasil, visto que os cachorros são tratados em muitos lares como membros da família.

Então para aqueles que gostariam de compartilhar as guloseimas da páscoa com seus amigos peludos, a indústria pet criou o chocolate para cachorro, ou ovo de páscoa para cachorro. São produtos idênticos ao chocolate, mas não é feito de chocolate e sim de  petiscos livres de teobromina e açúcar.

Outras Dicas:

  • Evite deixar ovos de páscoa escondidos, sob o chão ou em lugares que os cães têm acesso; principalmente se tiver cachorros filhotes em casa;
  • A hidratação é positiva pois ajuda a diminuir os efeitos tóxicos no animal. Inclusive, muitos veterinários recomendam a fluidoterapia como tratamento após intoxicações.
  • Enquanto você saboreia seu chocolate, ofereça alimentação mais saudável para seu cão ou produtos similares livres de teobromina, assim seu fiel amigo não ficará sem mastigar nada.
Receba Atualizações

Não enviamos Spam.

Anúncio Patrocinado

Alimentação Natural

Ovo de páscoa para cães

Adestramento.

Canetas

Deixe uma resposta